• SOS Ribeirão Sobradinho

Caminhada pela despoluição do Ribeirão Sobradinho



Caminhar, aproveitar a natureza e ainda preservar o meio ambiente. Foi assim que cerca de 30 pessoas participaram da Caminhada pela Despoluição do Ribeirão Sobradinho, no último domingo de junho de 2019, no Condomínio Entre Lagos, no Itapoã/Paranoá (DF).


A iniciativa foi organizada pelo SOS Ribeirão Sobradinho, pelo Ecomuseu Pedra Fundamental e pelo Grupo de Caminhadas Brasília (GCB), instituições do Distrito Federal. O objetivo da trilha foi recolher objetos e lixos que estavam ao longo do rio. A caminhada começou por volta de 10h.

Dia ensolarado, céu limpo e vento no rosto, foi assim que os aventureiros foram recebidos na caminhada. Só o primeiro olhar para a natureza já se tem um revigoramento. A trilha percorrida é de baixo obstáculos e até idosos participaram .


A caminhada não foi só para apreciar a vista e sim para ajudar a natureza. Com sacos nas mãos, as pessoas puderam percorrer o local e pegar lixo ao longo do rio. Cada coleta de um objeto era apreciado por uma bela vista ou por uma cachoeira diferente, o que dava um ânimo para quem participava da iniciativa.




Águas do rio

Ao longo da trilha, é possível passar pelas cachoeiras Forquilha, Araripe e Quilombo. Em uma caminhada é sempre bom terminar com um banho de cachoeira, o que não é recomendado fazer no Ribeirão Sobradinho. O que incentiva mais ainda as pessoas a catarem o lixo dos arredores e a pensarem em soluções para promover a melhoria de um ambiente tão belo que não se pode aproveitar.

José Leitão é um dos colaboradores do projeto e, segundo ele, a necessidade de recolher lixo é importante. “Ao pegar algo na beira do rio os participantes podem sentir que estão ajudando na recuperação do ribeirão. O que ajuda no que propomos aqui: a sensibilização ambiental”, pontuou.

Os presentes na caminhada também puderam participar também de uma reunião de apresentação do Projeto Caminhos do Planalto Central e discutir temas e ideias para melhoria do Ribeirão Sobradinho.


Vamos caminhar!

Para fazer a trilha, não há restrição de idade. A estudante de biologia da Universidade de Brasília (UnB), Isabella Gallego, de 18 anos, foi com toda a família participar da caminhada ambiental. "Eu mora aqui no Condomínio Entre Lagos e acho muito importante preservar o lugar onde moro", explica um dos motivos de participar. A jovem reconhece a necessidade de ter uma consciência ambiental muito boa. "Minha mãe é educadora ambiental, então, ela sempre me ensinou a catar o lixo e ser consciente. Brinco que sou a louca que sai catando lixo pelo caminho. Gosto de ajudar o meio ambiente", comenta.





Simone Gallego, de 53 anos, é geógrafa, educadora ambiental e mãe de Isabella. Para ela, a caminhada foi de grande valia. "Fiquei emocionada de ver as pessoas saindo de suas casas no domingo para catar lixo. Aqui, no condomínio, estamos fazendo ações também para melhorar o ambiente, esse é o nosso quintal. É importante essa ajuda à natureza", destacou a integrante da associação de moradores do condomínio.





Outra participante da trilha foi a professora de educação física Denise Ferreira, de 52 anos, aposentada. Segundo ela, o contato com a natureza só tem a ajudar o ser humano. "Eu gosto de interagir com a natureza, pois a gente se desestressa. E é muito importante protegê-la, conhecer novas pessoas e ajudar na limpeza do ambiente", diz a integrante do GCB.


Ao fim da trilha, as pessoas puderam se reunir no Restaurante Rural do Condomínio Entre Lagos e comer uma boa comida caseira.

Texto e fotos: Neyrilene Costa


9 visualizações
Fale conosco!

RECEBA AS NOVIDADES

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon

© 2019 por SOS Ribeirão Sobradinho. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now